Última matéria enviada em 31/07/2008 - Matéria acessada: 1663 vezes
Casa poema - Capixaba em terras cariocas

 
lisa Lucinda nasceu num domingo, 2 de fevereiro, em Vitória do Espírito Santo, onde se formou em jornalismo e chegou a exercer a profissão. Em 1986, mudou-se para o Rio de Janeiro disposta a seguir a carreira de atriz.

Sempre atuando em teatro, cinema e televisão, publicou seu primeiro livro de poesia “O Semelhante”, em 1994. Este foi um passo para que a peça de mesmo nome, onde ela dizia seus versos e conversava com a platéia, permanecesse em cartaz durante seis anos, no Brasil e no exterior.

No mesmo formato, apresentou “Eu te amo Semelhante” e atualmente excursiona pelo país com mais um espetáculo solo, “Parem de falar mal da rotina”, sucesso de crítica e público no Fórum Internacional de Culturas, Barcelona, em 2004. Recentemente esteve representando o Brasil na XIV Feira do Livro de Cuba – 2005.

Popularizando a poesia com seu jeito coloquial de escrevê-la e dizê-la, sua presença cênica tanto no palco como na tela é impressionante.

Elisa Lucinda é considerada um dos maiores fenômenos da poesia brasileira. “A menina transparente”, poema que marca sua estréia na literatura infantil, recebeu Prêmio Altamente Recomendável, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ.

Reconhecida pela sua literatura poética (“O semelhante”, “Eu Te Amo e Suas Estréias”, os infantis “A menina transparente”, “Lili a rainha das escolhas”, “O órfão famoso”, “O menino inesperado” e seus mais recentes livros “Cinqüenta poemas escolhidos pelo autor”, “Contos de Vista” e seu mais novo livro "A Fúria da Beleza" ), além de seus espetáculos, recitais e workshops apresentados no Brasil e exterior; por seus trabalhos na área de recursos humanos junto à diversas empresas e instituições como Petrobrás, Banco Real, Fiocruz e por seus recentes trabalhos: na televisão, onde viveu a cantora Pérola em “Mullheres Apaixonadas” - novela de Manoel Carlos no horário nobre na Rede Globo, "Páginas da Vida" também de Manoel Carlos, ; no cinema, como protagonista ao lado da amiga e atriz Zezé Polessa, no filme “Alegres comadres” (lançado no Festival BR de Cinema 2003); Elisa ainda mantém a “Escola Lucinda de Poesia Viva” onde ensina interpretação teatral da poesia seguindo o lema: “Falando poesia sem ser chato”.

Em breve será lançado o CD do show "Ô Danada", show ao vivo realizado com Marcos Lima e que será o primeiro CD lançado pelo selo CCC (Centro Cultural Carioca)

A notável Capixaba vem ao longo de sua carreira presenteando o público com seu jeito peculiar e natural de falar poesia sem representar o verso mas apresentando as emoções que as palavras podem proporcionar... Compartilhe com Elisa Lucinda de seus versos! Brindemos à vida!

 

 

 

 

A Escola Lucinda de Poesia Viva, criada pela poeta e atriz Elisa Lucinda, existe desde 1998. Tudo começou a partir de cursos relâmpagos que a artista costuma ministrar pelo Brasil, até resolver fazer um no Rio de Janeiro. Depois de uma semana naquela imersão poética os alunos não quiseram mais ir embora, marcando assim o nascimento da escola.

Nesses nove anos passaram por aqui todo o tipo de profissional de idades variadas entre 5 e 90 anos: professores, psicólogos, engenheiros, químicos, biólogos, atores, DJs, estudantes, funcionários públicos, cantores, donas-de-casa, psiquiatras, contadores de histórias, dentistas, advogados, poetas, diretores de teatro, diretores de banco etc...

Um dos objetivos principais deste trabalho é provar a utilidade da poesia dentro da vida cotidiana, uma vez que foi o primeiro gênero de auto-ajuda conhecido no mundo.

Chama-se “escola” e não “curso”, exatamente porque é uma posição; falo de uma prática onde a poesia é tratada com as respirações, as interjeições e as “sujeirinhas humanas”, ou seja, a coloquialidade presta um grande serviço à poesia, uma vez que arranca dela a solenidade imposta pela “técnica declamatória” oficial.

Costumo dizer brincando que aqui parece uma “clínica de desintoxicação”, onde os alunos entram totalmente “dependentes” daquela infame musiquinha de “batatinha quando nasce”, como se fosse uma ordem, como um uniforme melódico a aprisionar as inúmeras possibilidades dos poemas. Aqui, na Escola Lucinda de Poesia Viva preparamos recitais que não deixam ninguém dormir na platéia, pelo contrário, emociona, diverte e ainda ensina. Quando a pessoa larga o “vício”, também se torna mais verdadeira com as palavras da sua vida particular; depois que aprende a falar poesia assim, como quem conversa de uma maneira bem coloquial, ela sai por aí pregando a palavra poética e nunca mais fica triste naquelas ocasiões daqueles churrascos de família, ou naquelas festinhas de trabalho em que cada um faz uma gracinha como tocar violão ou cantar, onde ela agora pode dizer versos.

A Escola funciona o ano inteiro com aulas semanais e todo ano fazemos tradicionais Workshops pelo Brasil, com o objetivo de, tanto proporcionar um intensivo para quem quer mergulhar logo em dose cavalar, quanto com a intenção de formar novos talentos.

A Escola tem orgulho de ter vários dizedores na praça nascidos daqui. Eu fico toda boba, já temos professores formados em dizer versos do nosso jeito. Mas eu nem me preocupo em ser modesta nesse assunto, porque Mário Quintana me garantiu que “A modéstia é a vaidade escondida atrás da porta”.

Bem, se você queria um jeito de viver mais perto da poesia e não sabia como, seu problema acabou. Entre outros, Fernando Pessoa, Adélia Prado, Cecília Meireles, Ferreira Gullar, Drummond, Manoel Bandeira, eu e minha equipe te esperamos de braços abertos sobre a Guanabara!

Beijos,
Elisa Lucinda


Inscrições abertas o ano inteiro, quer saber mais? Vá em
AULAS

 

fonte: http://www.escolalucinda.com.br

 

 

 
Seja o primeiro a comentar esta matéria!
 



ENVIE ESTA MATÉRIA PARA SEUS AMIGOS...
 
Últimas da coluna Brasil
03/02/2009

06/10/2008

19/09/2008

18/09/2008

28/08/2008

22/08/2008

14/08/2008

31/07/2008

30/07/2008

03/07/2008


Últimas Notícias
29/04/2016

29/04/2016

27/04/2015

16/04/2015

09/12/2014

 
_________________________________________________________________________________________________________________________________