Última matéria enviada em 24/06/2007 - Matéria acessada: 898 vezes
Como se preparar para ingressar no mercado de trabalho
Nos últimos anos tem-se falado muito sobre os efeitos da globalização nas perspectivas de trabalho dos executivos, favorecendo o fim da lealdade à empresa e gerando uma postura de autogerenciamento da carreira. No entanto, poucos têm se preocupado em saber como andam as expectativas dos "filhos da globalização", dos jovens que assistiram seus pais passarem por reengenharias, downsizings , fusões e aquisições, desemprego e que ainda assim pretendem ingressar neste mesmo mercado.

Depois de muitas pesquisas, chegou-se ao resumo de algumas dicas para facilitar a preparação e o ingresso de recém-formados e universitário no mercado de trabalho:

  • tenha sempre um cartão de visitas com seus dados (nome, endereço, telefone, e-mail etc) mesmo que você ainda não esteja trabalhando. Ele é elementar para construir uma rede saudável e produtiva de relacionamentos.
  • mantenha seu currículo atualizado. Se a experiência ainda não é muita, demonstre investimentos no futuro profissional - viagens, cursos, idiomas, informática, atividades onde tenha desempenhado papel de liderança e demonstrado capacidade de trabalhar em equipe, atividades sociais e culturais ou trabalho voluntário junto à comunidade.
  • a hora da entrevista é um momento de seleção, portanto não dê motivos para ser cortado à toa. Demonstrar muita criatividade pode ser perigoso nesse momento. A entrevista não é hora de confronto mas de conhecimento mútuo e esclarecimentos sobre as expectativas.
  • na entrevista pense em questões que poderiam ser formuladas e em respostas coerentes com seus valores - evite ser pego de surpresa, conhecendo um rol de perguntas que em geral as empresas gostam de fazer. Alguns exemplos: Quais são seus pontos fortes e fracos? O que gerou seu interesse em vir trabalhar aqui? Como você acha que pode contribuir com a empresa?
  • conheça o perfil, estilo, valores e cultura da organização onde você procura uma vaga. Você acha que o seu perfil tem tudo a ver com o da companhia ou você se sentiria um "estranho no ninho"?
  • cuide sempre da sua imagem e saiba valorizá-la. Não adianta ser o melhor, se as pessoas não o percebem assim. É preciso saber fazer marketing pessoal - mas cuidado com o exagero e com a "propaganda enganosa".
  • invista sempre na sua habilidade de comunicação, ela é fundamental desde o momento inicial do processo de seleção até o final da sua carreira. Saber se expressar com espontaneidade, clareza, objetividade, controlando o nervosismo e a ansiedade é fundamental.
  • tenha uma vida pessoal rica e diversificada - isso está diretamente relacionado com desenvolvimento da criatividade. Saber transportar conceitos e vivências de uma área da vida para situações profissionais é o melhor laboratório de criatividade.
  • procure se autoconhecer e se autoavaliar. Preste atenção nos comentários que as pessoas fazem a seu respeito (elogios e críticas), e o que elas costumam dizer que você faz muito bem, seja no trabalho, na família ou entre amigos. Essa é uma boa forma de identificar seus talentos.
  • estude e aprenda, aprenda e estude. Não interessa a ordem, desde que seja para sempre! A educação será a base de sua capacidade para competir.
  • em todas as situações um ponto é primordial: seja você mesmo! Caso contrário, você até pode conseguir a vaga, mas provavelmente ela estará sendo ocupada por alguém que você desconhece!

* Marisa Eboli é Coordenadora de Projetos de Universidade Corporativa e faz parte do Programa de Estudos em Gestão de Pessoas na USP.

 
Seja o primeiro a comentar esta matéria!
 



ENVIE ESTA MATÉRIA PARA SEUS AMIGOS...
 
Últimas da coluna Curiosidades
04/09/2008

26/03/2008

03/08/2007

24/06/2007

18/03/2006

18/05/2003

15/05/2003

10/05/2003

02/05/2003

27/04/2003


Últimas Notícias
29/04/2016

29/04/2016

27/04/2015

16/04/2015

09/12/2014

 
_________________________________________________________________________________________________________________________________