Última matéria enviada em 30/06/2005 - Matéria acessada: 532 vezes
Um Balanced Scorecard para a sua empresa

Em minhas aulas, costumo fazer a analogia de um avião com uma empresa. Considero o piloto, um gestor e o avião, uma empresa. Para fazer um avião sair do chão e chegar ao destino previsto, o piloto precisa checar e acompanhar a todo instante uma série de indicadores, como temperatura, nível de combustível, velocidade do vento etc.

 

Em uma empresa, o gestor também deve acompanhar os indicadores. Quando falamos em indicadores, logo pensamos em índices financeiros, como rentabilidade sobre patrimônio líquido, liquidez corrente, endividamento geral etc. Índices financeiros são extremamente importantes, uma vez que, a empresa precisa continuar existindo e para isso, ela deverá ter lucros. Mas os indicadores financeiros certamente não são os únicos que devem ser mensurados e acompanhados pelos gestores de uma empresa. Na verdade, os resultados financeiros serão somente reflexos ou conseqüência das políticas de marketing, de produção ou de recursos humanos da empresa.

 

Finanças, marketing, processos internos e recursos humanos são as áreas básicas da administração e existe uma ferramenta que pode auxiliar e muito os administradores no planejamento de ações para estas quatro áreas básicas de uma empresa, trata-se do Balanced Scorecard (Indicadores de Desempenho Balanceados). Ele foi desenvolvido no começo da década de 90 por Kaplan e Norton, professores da escola de Administração de Harvard.

 

O Balanced Scorecard (BSC) é um sistema de gestão estratégica que utiliza indicadores de desempenho organizados em torno das quatro perspectivas mencionadas anteriormente: financeira, dos clientes, dos processos internos e dos talentos humanos. Utilizando um BSC, os gestores poderão definir objetivos estratégicos para cada perspectiva e a partir deles elaborar a relação de causa e efeito existente. Por exemplo, será que a variação da satisfação do cliente não terá um impacto na lucratividade da empresa?

 

O BSC é visto com receio por muitos profissionais, que o consideram como complexo e de pouca aplicabilidade. Só recentemente que comecei a pesquisá-lo, e logo descobri que não tem nada disto. Descobri que é uma ferramenta poderosa para auxiliar os administradores, servindo como elemento de implementação do planejamento estratégico.

 

O BSC é utilizado por grandes empresas como IBM, Suzano Papel e Celulose, Petrobrás, Embrapa, entre outras. Por ter uma administração mais profissionalizada, as grandes empresas são as que mais utilizam a ferramenta atualmente, mas isso não quer dizer que as pequenas não possam utilizar. Qualquer empresa pode utilizar um BSC, ressalvando que os seus gestores deverão estar treinados quanto à metodologia da ferramenta. Além disto, consultorias ou profissionais especializados poderão auxiliar na implantação do BSC, com o objetivo de  proporcionar subsídios para a atribuição maior dos administradores, que é tomar decisões.

 

As decisões devem ser tomadas de modo que a empresa possa atingir as metas previamente estabelecidas. Para isso, é necessário o planejamento. E planejar é decidir antecipadamente, ou seja, as decisões referentes ao futuro da empresa serão tomadas hoje, no presente. O BSC auxilia no planejamento, pois permite que o administrador fique atento aos vários fatores que influenciam ou podem influenciar o negócio da empresa, não deixando que o seu avião (quer dizer, empresa) fique sem rumo.

 

Pense nisto!

 
Seja o primeiro a comentar esta matéria!
 



ENVIE ESTA MATÉRIA PARA SEUS AMIGOS...
 
Últimas da coluna Informe Financeiro
03/03/2008

13/11/2007

26/08/2006

10/05/2006

05/01/2006

12/08/2005

14/07/2005

30/06/2005

28/06/2005


Últimas Notícias
29/04/2016

29/04/2016

27/04/2015

16/04/2015

09/12/2014

 
_________________________________________________________________________________________________________________________________